Amizade, cumplicidade e algumas regras definem os padrões dessas famílias das motocicletas; Abutres, Bodes do Asfalto, Cães Piratas, Mensageiros dos Ventos e muitos outros que poderiam ser nomes de filmes, séries e livros. Mas é muito mais do que isso. Esses são nomes de Moto Clubes. E nós estamos aqui porque queremos que você conheça […]

Moto clubes: o que é? O que fazem?

Amizade, cumplicidade e algumas regras definem os padrões dessas famílias das motocicletas;

Abutres, Bodes do Asfalto, Cães Piratas, Mensageiros dos Ventos e muitos outros que poderiam ser nomes de filmes, séries e livros. Mas é muito mais do que isso. Esses são nomes de Moto Clubes. E nós estamos aqui porque queremos que você conheça mais desse mundo fantástico que envolve pessoas vestidas de preto e cara de mal. Mas é só a cara mesmo.

Afinal, quem não gosta de moto, bom sujeito não é. Temos que concordar com essa frase, que foi um pouco alterada da versão original (na verdade é “SAMBA” no lugar de “moto”), mas é uma afirmação que muitos poderiam usar. Quem nunca sonhou com uma super viagem em duas rodas com amigos? Quem nunca achou legal aqueles filmes com grupos de motoqueiros super amigos que se ajudam em qualquer momento?

Falando nisso motociclista, temos uma pergunta: você já usa o nosso Autotrac One Moto ou AINDA não? Se não, está na hora de colocar o melhor (sim, somos orgulhosos do produto que temos) rastreador por satélite do mercado na sua moto e aí sim pegar as estradas mundo afora. Dá uma passada aqui em nosso site para conhecer melhor e não ficar desprotegido em nenhum momento.

Requisitos básicos: como entrar em um moto clube?


A base de um motoclubes é exatamente essa citada antes: amizade, lealdade e cumplicidade. Um dos maiores do Brasil, por exemplo, é o Abutre’s, que tem objetivos e filosofias muito bem esclarecidas entre seus participantes. Fundado em 1989, as principais atividades são as viagens e passeios, sempre com suas motocicletas, participação em eventos do tema e confraternização entre todos, seja por meio de encontros, festas, parcerias ou qualquer outro jeito de reunir todos. São mais de cinco mil associados e sedes em todo o mundo.

Ações sociais acabaram fazendo “parte do pacote”, já que até Comenda oficial da ONU (Organização das Nações Unidas) o clube já tem, por ser um agregador de pessoas e diferentes tribos. Mas para entrar, somente se for convidado e apadrinhado por um participante que já tenha certo histórico na família. E observação: precisa ter moto preta e claro, a habilitação necessária para motoqueiros.

A maioria dos estados do Brasil têm as suas próprias federações. Só no estado de São Paulo, por exemplo, são mais de 430 motos clubes filiados, que fazem encontros e eventos praticamente todo final de semana. No site da Revista Motoclubes, há o registro de cada estado. No Brasil inteiro, já são mais de 4.300 cadastrados. Por lá também é possível saber dos eventos de todos e tem todas as redes sociais para ficar por dentro de tudo que acontece no mundo dos encontros de motociclistas.

Como surgiram os Moto Clubes?


A história conta várias versões, mas a que mais gostamos associam o surgimento dos moto clubes no pós guerra, antes de 1920, onde ex-militares e pilotos teriam feito da moto um veículo para buscar adrenalina, formando vários diferentes grupos, principalmente nos Estados Unidos. Nessa época eles já usavam “uniforme”, os famosos coletes de couro preto com identificação nas costas.

Mas antes disso, motociclistas já tinha percebido que andar em grupos de motos era legal. Para se ter uma ideia, no Brasil, a primeira associação fundada foi em 1927, o Moto Club do Brasil, sediado no Rio de Janeiro. Em 1932 surgiu também o Motoclub de Campos. E a história não para por aí. Na verdade, os moto clubes cresceram cada vez mais.

Hoje, o maior do mundo é o Hell Angels, dos Estados Unidos, fundado em 1948 na cidade de San Bernardino, na Califórnia. O estado americano é praticamente a capital dos motoqueiros. É de lá que sai (ou chega) a rota mais amada dos exploradores: a Route 66, que cruza o país da América do Norte de oeste a leste, passando por sete estados.

No Brasil, o maior é o Abutres MC, como dito acima, foi fundado no final dos anos 80 e hoje possui mais de 30 sedes espalhadas mundo afora. Só no estado de São Paulo são mais de cinco.

Curiosidades do mundo dos Moto Clubes:

MC: Sigla de abreviatura de Moto Clube, em inglês: Motorcycle Club.
MG: de moto grupo.
Moto clube ou Motoclube: No Brasil a forma correta é Moto Clube separado, em inglês seria Motorcycle Club. Essa regra só não é válida para nomes próprios como “Motoclub de Campos”.
Pela ordem, os cinco moto clubes nacionais mais antigos:
1927 – Moto Clube do Brasil
1932 – Motoclub de Campos
1947 – MC de Petrópolis (Fundado em 13 de Março de 1947, registrado em 15 de Maio de 1951).
1963 – Zapata M.C.
1969 – Balaios M.C.

Agora que chegou até aqui, não deixe de ler também no Blog #Autotrac:
– As roupas especiais para motociclistas são mais do que acessórios que protegem do frio. 
Se aventure de moto!

Rastreador para moto

Já está indo? [Compreagora10%]