Aprenda a diferenciar e usar as luzes e os faróis para dirigir de forma segura e aumentar a visibilidade em situações específicas.
1200x900 (2)

Conheça a diferença entre os faróis e saiba usá-los corretamente

Muitos motoristas costumam confundir os tipos de farol e não sabem qual é a função de cada um deles. Há várias luzes no veículo para ajudar os condutores a dirigir de forma segura e aumentar a visibilidade em situações específicas, mas é preciso seguir algumas regras para que o uso dos faróis seja eficiente e que você não corra o risco de receber multas ao utilizá-los de forma incorreta.

800x600 (2)

Quando o assunto é segurança, a Autotrac está em primeiro lugar. Por isso, separamos algumas informações importantes que você deve saber sobre essas luzes e a melhor forma de utilizá-las, para que seu trajeto nas ruas seja mais tranquilo. Confira:

Farol de milha

O farol de milha é uma luz complementar instalada em pontos elevados no para-choque, seja entre os faróis principais do carro, seja acima deles. O farol de milha tem um feixe de luz mais intenso, duro e concentrado, mas não tem visão lateral. O foco é mesmo projetar a luz para a frente em um único ponto para iluminar a distância e melhorar a visibilidade de longo alcance do motorista.

Cuidado para não cegar ninguém por aí. Como a luz é intensa, isso pode incomodar os motoristas que transitam na direção contrária. Por isso, ele deve ser usado em vias sem nenhuma iluminação e de forma que não atrapalhe a visão de outros condutores. Além disso, esse tipo de farol só pode ser usado com os faróis tradicionais ligados, caso contrário, pode gerar multas.

Farol de neblina

O farol de neblina não é só para deixar o carro mais bonitinho, ele serve para situações de neblina (como o próprio nome diz), tempestade, nevasca, partículas de poeira no ar e nuvem densa, que causam baixa visibilidade e podem provocar acidentes. O farol normal, nesses casos, pode refletir diretamente na neblina, por exemplo, causando um excesso de brilho, que dificulta a visão dos motoristas.

É indicado usar esse tipo de farol quando for preciso saber o que está exatamente na sua frente. Por isso, a iluminação dele é de pouca intensidade e aponta para o chão, e não para uma longa distância, como o farol de milha. É um feixe de luz aberto de curto alcance e bastante amplo, para que possa haver iluminação das laterais da pista.

O farol de neblina não deve ser usado sozinho, ele precisa ser ligado juntamente com os faróis baixos, assim um completa o outro. Ele também está completamente separado dos faróis normais, a posição ideal para instalá-lo é próximo ao solo, com até 80 cm de altura, porque a neblina se forma a 30 cm do chão.

Farolete

O farolete também é conhecido como luz de posição. É uma luz mais fraca, com baixo poder de iluminação e usada justamente para mostrar a posição e o tamanho do seu veículo para os outros motoristas da rodovia. Ele está localizado geralmente na parte mais lateral do carro, para que possa transmitir a noção do tamanho do veículo. O uso dessa luz é recomendado somente durante o dia.

Farol baixo

Ele é o principal responsável pela iluminação do seu carro. Utilize o farol baixo no período da noite para melhorar a visibilidade nas ruas; no entanto, em estradas, rodovias e quando trafegar em túneis, é recomendável utilizá-lo inclusive durante o dia, para melhorar a visualização do seu carro e ter mais segurança.

Farol alto

O farol alto deve ser usado quando a via não tem iluminação pública, mas nesses casos é importante atentar em utilizá-lo apenas quando não houver outro veículo transitando no sentido contrário. Desligue-o imediatamente ao perceber a presença de outro veículo. Outra utilidade é “piscar” para dar um sinal para que o outro veículo tenha atenção.

Além de utilizar os faróis de modo correto, é responsabilidade do motorista ficar atento ao estado das lâmpadas do carro: quando queimadas ou quebradas, podem resultar em infração média e multa.

Aprendeu a diferenciar as luzes? Agora, use-as a seu favor para ter ainda mais segurança em seus trajetos. Conte com a tecnologia de rastreamento e monitoramento da Autotrac para acompanhar seu carro 24 horas por dia diretamente do celular, tablet ou computador. Receba alertas de movimentos indevidos e tenha acesso a relatórios que também vão ajudar a economizar em combustível e manutenção. Conheça melhor os benefícios dos rastreadores da Autotrac.

Saiba mais:

Infrações que fazem você perder a carteira

Como levar crianças na garupa

Tomou multa injusta? Saiba o que fazer

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux